O Brasil está vendo Moro como ele é? Agradeça ao jornalismo independente | Jornal Plural
22 abr 2021 - 21h51

O Brasil está vendo Moro como ele é? Agradeça ao jornalismo independente

Se não fosse o Intercept Brasil, dificilmente a parcialidade do juiz teria sido descoberta

Um adesivo de parachoque tempos atrás dizia: “Já se alimentou hoje? Agradeça ao produtor rural”. Claro que era uma campanha dos grandes ruralistas, quando se sabe que na verdade 80% do que vaio pra nossa mesa vem dos pequenos.

A imprensa tem uma situação que às vezes lembra isso. Lógico que você lembra primeiro das marcas gigantes, dos jornalões, das redes de tevê. Mas grande parte do jornalismo de qualidade que você recebe hoje vem de veículos menores, muito mais modestos em orçamento.

O caso do juiz Sergio Moro, que desceu nesta quinta mais um degrau rumo ao opróbio, é exemplar. Anos de Lava Jato passaram-se sem que ninguém cogitasse mexer com o juiz. O apelido de Eliot Ness, de intocável, aqui cabia por outro motivo. Havia uma redoma protegendo Moro, Deltan e seus pares.

A Lava Jato chegou a de fato comandar o país. Entre 2014 e 2018, Moro e seus procuradores fizeram (e desfizeram) ministro, nomearam um presidente e ganharam aura de salvadores da nação. Até mesmo a imprensa tinha medo de mexer com eles. Em 2018, no ápice do poder, o movimento iniciado por Moro elegeu Bolsonaro, que o nomeou.

Tudo isso mudou por um único motivo. O material descoberto por um hacker chegou a jornalistas. Daqueles que gostam de escavar. De ir fundo. Com sangue nos olhos e desejo de revelar a verdade.

A Vaza Jato, do Intercept Brasil, é um marco no jornalismo nacional. Glenn Greenwald, Leandro Demori e um time, curiosamente, repleto de curitibanos (como Rafael Moro Martins, Amanda Audi e Rafael Neves) que nada tinham a ver com a República que virou a Constituição de cabeça para baixo, começaram a trabalhar. E deu no que deu.

Moro, o grande homem, foi pego de calças curtas combinando prazos, orientando procuradores, comandando a Força-Tarefa responsável pela acusação. Não era o juiz: era o verdadeiro chefe da caçada.

Se hoje é possível que o STF julgue Moro sem a pressão de uma turba no cangote, é porque o juiz foi desmascarado diante do público. E aí sim a verdade sobre a Lava Jato pôde vir à tona.

Um vídeo que viralizou nas redes sociais tempos atrás mostrava ditadores e autocratas em fotos produzidas por seus palacianos. Gente que mata, tortura e manda prender arbitrariamente aparecia abraçando gatinhos, sorrindo e passando a mão nas cabeças de crianças. No final, a legenda dizia: se não fosse a imprensa, essa era a imagem que você ia ter deles.

Já desmascarou algum maioral hoje? Agradeça à imprensa independente.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

18 comentários sobre “O Brasil está vendo Moro como ele é? Agradeça ao jornalismo independente

  1. A que ponto chegamos. A imprensa batendo palmas e exaltando o juizeco. Assassinando reputações e levando pessoas sensíveis como dona Marisa Leticia à morte. Se não fosse a pressão da lava jato sobre essa mulher, talvez hoje ela estivesse Feliz junto aos filhos.

    1. Lava-Jato recuperou R$ 5 bilhões com delações e acordos em Curitiba e no Rio, esse é o valor que lavajato recuperou para o país, prefiro fica ao lado juiz do que dos bandidos.

  2. Sim, estamos vendo melhor o como o Sérgio Moro é e como como é importante o jornalismo sério, independente e investigativo.
    Porém, esse mesmo jornalismo também precisa parar de se alinhar politicamente com qualquer um dos lados e principalmente parar de mostrar somente um lado da moeda.
    Um quer dizer que tudo que o Moro e os procuradores fizeram está certo o outro quer a caveira deles e impor a ideia de que o PT e a esquerda nunca se corromperam e só tem santinho do lado deles.
    Os dois lados mentem descaradamente, não assumem os próprios erros, não evoluem e o povo, como sempre, sai perdendo.

    1. Ué….. as falcatruas do juiz corrupto e fora da lei que foram reveladas não procedem? Ele agiu o temporal todo dentro da lei?

      Vc tem condições de responder isso honestamente?

  3. Agradeça ao jornalismo independente
    aguardando moderação
    Só pode publicar o que eu decido, depois gritam DITADURA NUNCA MAIS,
    Contato que não mexam no meu pixuleco.

  4. Há 7 anos, quando comecei a acompanhar a Lava Jato através do noticiário da mídia corporativa (Globo, Veja, Folha, Estadão e outros lixos) , já ali senti que havia algo errado na filosofia draconiana de Sérgio Moro.
    Depois , na medida que as prisões escandalosas eram feitas e só aparecia gente do PT em destaque, ficou claro para mim que não era uma investigação normal.
    Quando Moro foi premiado pela Globo e a paparicação sobre ele, da parte da mídia, entrou num estágio de intragável e nauseante, tive certeza que se tratava de algo ‘agendado’. Sempre suspeitei de Globo, PSDB, parte do Judiciário e , possivelmente, uma orientação americana. O tempo e a Vaza Jato provariam algumas destas participações.
    Não era mero acaso um processo Federal da Petrobras cair nas mãos de um Juiz que era um ninguém na provinciana e reacionária Curitiba, no conservadoríssimo Paraná.
    O que veio depois é história. Mas desde cedo não me enganei com Moro. Finalmente a justiça começa a ser feita, embora tema que a injustiça jamais será reparada.
    Fico feliz em ver o merecido fim que se aproxima de Sérgio Moro. Possivelmente ele será reduzido a uma existência insignificante no mundo obscuro daqueles que se creditam muito mais valor do que realmente possuem.

    Adoro justiça poética. Quando a máscara do arrogante é arrancada sem piedade daquela face altiva e cheia de soberba. Vc quase consegue ver os pedaços do seu rosto caindo por terra , antes de ver a face real, quase chorosa, destruída.
    Assistir a debacle deste ser prepotente, arrogante e auto-suficiente e vê-lo despencar de sua altivez na direção da humilhação total, e ver sua alma, espírito, existência e falso poder serem pisoteados ao nível do pó, é algo lindo de ver.
    Já assisti isso algumas vezes. Nada dá mais prazer.
    Adeus Moro. Mande um abraço aos habitantes das trevas.

  5. Por que eu só me informo a 8 anos ou mais através do jornalismo alternativo e já sabia a tempos de todas essas manipulações, ocultações e mentiras dessa mídia do sistemao.

  6. Na verdade, só não viu quem não quis. O jornalismo independente apenas provou aquilo que já se sabia, mas sobre o que tínhamos convicção. Moro é um ignorante que quis posar de descolado; um corrupto que pretendeu parecer ilibado.

    1. Perfeito Marcelo Fernando de Lima. Parabéns pelo seu posicionamento. Esse Sr. Ex-Juiz , se é que pode ser chamado assim , mostrou-se desde antes , sem qualquer condição de exercer o nobre trabalho de julgar. Uma vergonha para o Judiciário brasileiro. Abraço. Paulo Mercer

  7. “Orçamento modesto”, o do Intercept? A Lava Jato “nomeou o presidente”? É muito cabotinismo _ o Plural, “veículo menor”, nunca economiza em autopromoção _ somado a desconhecimento do Brasil _ pra não falar do lamentável desprezo do colunista por 58 milhões de sufrágios, decerto todos devidos à “falsa consciência” dos eleitores? Bolsonaro é uma tragédia coletiva. Que vai se repetir enquanto colunistas continuarem com esse papinho _ lembrou, aliás, outro momento triste, logo após a eleição, no qual o Caixa Zero, já forçando a barra pra ser chutado da Gazeta, onde sabia havia muito tempo que não tinha lugar, declarou que a imprensa tinha “sangue nas mãos” pela eleição da extrema direita. Primário.

  8. Parabéns, Galindo. Uma pena ler que a maioria dos comentários não sabe interpretar os alternativos e peca por ficar sobre o muro, quando nao diz claramente que Moro está certo.

  9. O jornalismo independente sim nos trouxe esta condição de entendermos o que de verdade estamos passando e como chegamos a está situação deplorável que estamos vivendo.
    Parabéns ao Glenn e tambem ao hacker de Araraquara o Walter Delgatti Neto vocês são sensacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias