Ney Leprevost prevê Ratinho neutro no primeiro turno | Jornal Plural
Clube Kotter
20 fev 2020 - 20h25

Ney Leprevost prevê Ratinho neutro no primeiro turno

Candidato diz que imagina disputar segundo turno contra Roberto Requião

Ney Leprevost (PSD) teve apoio de Ratinho Jr. (PSD) para a prefeitura, fez campanha por ele para o governo e hoje está no primeiro escalão do governador, como secretário da Justiça, Família e Trabalho. Seria de imaginar que esperasse novamente o apoio na eleição deste ano, quando voltará a tentar a prefeitura. Mas não.

Segundo Leprevost, em entrevista exclusiva ao Plural, o mais provável é que o governador fique neutro no primeiro turno, uma vez que há vários candidatos que pertencem à sua base. Um deles é o atual prefeito, Rafael Greca (DEM), que derrotou Ney no segundo turno em 2016.

“Acho mais provável que no 1º turno ele fique pessoalmente neutro e libere o time dele no PSD pra me ajudar”, afirma Leprevost. Mas isso não é um problema? Segundo ele, não. “O importante é que a legenda do PSD está garantida por ele , pelo Kassab e pelos membros do partido no município para que eu dispute a eleição.”

Leprevost é tido como um dos nomes mais fortes na disputa pela prefeitura. O problema é que quase todos os candidatos mais fortes querem se aproximar de Ratinho ou já fazem parte de sua base. O motivo, segundo o próprio Leprevost, é claro: as pesquisas indicam que os dois grandes eleitores na cidade hoje são o governador e o ministro Sergio Moro, que aparentemente não vai se meter na política local.

Mas e se o segundo turno for entre Leprevost e Greca. “Aí, tenho convicção de que ele irá comigo , sem a menor sombra de dúvida. Mas não fiz esta pergunta a ele.”

Apesar disso, Leprevost dá uma cutucada no prefeito. “Porém , acredito que o segundo turno será entre mim e o Requião.” Então ele está levando a candidatura de Requião a sério? “Não é inteligente menosprezar o único paranaense vivo que foi três vezes governador.”

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias