MP denuncia PMs por atirarem 150 vezes em caminhonete e matarem dois sem-terra | Jornal Plural
Clube Kotter
29 set 2019 - 23h02

MP denuncia PMs por atirarem 150 vezes em caminhonete e matarem dois sem-terra

PM alegou que sem-terra atiraram primeiro, mas promotoria nega versão

O Ministério Público acaba de entregar denúncia contra seis policiais militares que em 2016 mataram dois sem-terra em Quedas do Iguaçu, no interior do Paraná. Os PMs deram mais de 150 tiros contra uma caminhonete em que estavam os sem-terra.

A história ocorreu em 7 de abril, no acampamento Dom Tomás Balduíno. Duas equipes da PM foram chamadas ao local, supostamente para verificar uma denúncia de queimada. O MST afirma que desde o começo se tratava de uma emboscada.

Os PMs, segundo a promotoria, usaram um trator para desobstruir a entrada do local. Os sem-terra souberam e se aproximaram em duas motos, uma S-10 e um caminhão. Na caminhonete havia quatro pessoas na cabine e quatro na carroceria.

Foi a caminhonete que recebeu os tiros. Hoje deputado estadual, à época comandante da PM na região, o coronel Washington Abe Lee afirmou que os sem-terra atiraram primeiro e que os PMs se protegeram revidando.

Não é a versão da promotoria. Segundo a denúncia, os PMs apenas presumiram que poderiam ser alvo de um ataque e começaram a disparar, matando duas pessoas e ferindo outras quatro.

O caso agora depende da abertura de processo pela Justiça.

Últimas Notícias