Greca promete punir quem não der aula em dia de greve | Jornal Plural
Clube Kotter
14 jun 2019 - 10h12

Greca promete punir quem não der aula em dia de greve

Prefeito diz que irá punir servidores, em mais um confronto com o funcionalismo

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), foi às redes sociais dizer que quem não der aulas nesta sexta-feira (14), dia de Greve Geral contra a Reforma da Previdência, terá o salário descontado e será “punido”.

A fala do prefeito veio num comentário a uma reportagem do Paraná Portal. Uma leitora perguntou se as escolas iriam fechar e o prefeito apareceu para responder, bem a seu jeito.

O desconto no salário não é a única consequência para quem leva uma falta. A ausência, se confirmada, leva o servidor a perder pontos na hora de progressões e promoções, por exemplo.

Greca já comprou outras brigas com servidores por falar demais em redes sociais, como no caso em que disse que as enfermeiras das unidades básicas só ficariam doentes se fosse por “excesso de descanso”.

Leia mais sobre a greve no Plural:

Greve fecha bancos, creches e escolas; governo nega reajuste

 

 

Últimas Notícias