Funcionalismo deve tomar Assembleia para evitar fim de licença-prêmio | Plural
7 out 2019 - 22h20

Funcionalismo deve tomar Assembleia para evitar fim de licença-prêmio

Governo conseguiu aprovar a proposta nas comissões da Alep e dá início hoje à votação em plenário

Os funcionários públicos devem tomar nesta terça (8) as galerias do plenário da Assembleia Legislativa para protestar contra o possível fim da licença-prêmio, direito garantido há quase quatro décadas aos servidores paranaenses.

A proposta do governador Ratinho Jr. (PSD), que substitui a licença-prêmio (três meses a cada cinco anos trabalhados) por uma licença-capacitação, tem como principal finalidade diminuir os custos do governo com a substituição dos profissionais enquanto eles estão no afastamento.

O governo conseguiu aprovar a proposta nas comissões da Assembleia e nesta terça dá início à votação em plenário. A primeira etapa é a votação da constitucionalidade do projeto.

Os sindicatos do funcionalismo, que acusam o governo não apenas de retirar direitos como também de fazer isso sem negociar com os trabalhadores, pretendem fazer atos na sede do Legislativo desde às 9h.

Além de enfrentar a oposição, o governo tem precisado derrotar, nesse tipo de projeto, uma espécie de bancada do funcionalismo, que surgiu com a eleição de grande número de policiais e servidores da área da segurança nas últimas eleições.

Mesmo assim, o governismo segue sendo a tônica na Assembleia, que deve aprovar os projetos sem maiores surpresas.

Últimas Notícias