Ex-jogador do Athletico vai comandar esporte no governo Bolsonaro | Jornal Plural
14 fev 2019 - 0h00

Ex-jogador do Athletico vai comandar esporte no governo Bolsonaro

Ex-centroavante do Athletico e candidato a deputado federal nas eleições de 2014, Washington (PDT) será o responsável pela maior parte do orçamento na área de…

Ex-centroavante do Athletico e candidato a deputado federal nas eleições de 2014, Washington (PDT) será o responsável pela maior parte do orçamento na área de esporte no governo Jair Bolsonaro (PSL). A informação foi confirmada pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, em entrevista ao jornal Zero Hora.

O ex-jogador vai assumir a Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (SNELIS), umas das quatro secretarias sob o comando da Secretaria Especial de Esporte, que mantém o mesmo status do antigo Ministério dos Esportes. Antigamente, a pasta também cuidava de questões relacionadas à ABCD (antidoping), Alto-Rendimento, além de Futebol e Diretos do Torcedor.

Washington tem 43 anos e já exerceu mandato como vereador no município de Caxias do Sul em 2012. Em 2014, foi candidato a ocupar uma cadeira na Câmara Federal, mas ficou na suplência e não foi eleito. Em novembro, logo depois da eleição de Bolsonaro, o ex-jogador foi oficializado como parlamentar e assumiu o mandato no lugar de Onyx Lorenzoni (DEM).

Enquanto jogador, seu apelido era de “Coração Valente”, ele passou a ser chamado assim, durante a sua passagem pelo Furacão em 2004. Na ocasião, o ex-atacante se recuperou de um problema no coração. Seu papel no governo Bolsonaro será administrar a área de maior importância política na Secretaria dos Esportes.

Outra atribuição do novo secretário deverá ser de cuidar do grande orçamento da pasta. Washington será o responsável pela liberação de emendas parlamentares para pequenas obras e eventos.

Últimas Notícias