Dois deputados paranaenses podem sair do PSL com Bolsonaro | Jornal Plural
9 out 2019 - 21h38

Dois deputados paranaenses podem sair do PSL com Bolsonaro

Só Felipe Francischini não participou de manifesto em defesa de presidente

Dois deputados paranaenses compõe a lista de parlamentares que podem sair do PSL, caso o presidente Jair Bolsonaro deixe o partido. Aline Sleutjes e Filipe Barros assinaram, junto com outros 32 deputados, um manifesto em defesa da renovação completa da sigla presidida por Luciano Bivar (PE).

Dos três deputados federais paranaenses, o único que não está presente na lista é justamente o mais influente e mais bem votado: Felipe Francischini, presidente da CCJ da Câmara, não pôs seu nome no abaixo-assinado

Bolsonaro e seu time buscam um partido para integrar nos próximos dias, mas não desconsideram a ideia de criar uma nova legenda. Embora improvável, pois levaria tempo para ser viabilizado, o possível novo partido já tem nome e um estatuto a caminho. Segundo matéria publicada no Globo, o “Conservadores” teria como premissas “a moralidade cristã, a vida a partir da concepção, a liberdade e a propriedade privada”.

Últimas Notícias