Desembargador que manteve Lula preso vai julgar recurso do ex-presidente | Jornal Plural
Clube Kotter
23 maio 2019 - 21h04

Desembargador que manteve Lula preso vai julgar recurso do ex-presidente

Thompson Flores será o responsável por julgar recurso de Lula no caso do sítio em Atibaia.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região definiu nesta quinta-feira (23), que o atual presidente da casa, Thompson Flores, é o novo integrante da 8ª Turma do tribunal, que realiza os julgamentos das ações da Operação Lava Jato em 2ª instância no país. Flores também será o responsável por julgar o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na ação do sítio em Atibaia.

O Desembargador foi quem deu a última palavra para que Lula fosse mantido na prisão no julgamento de 8 de julho do ano passado. Na ocasião, o então plantonista Rogério Favreto, havia determinado a soltura de Lula, enquanto o relator da Lava Jato na Turma, João Pedro Gebran Neto, optava pela permanência do ex-presidente na prisão.

O petista foi condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro a cumprir nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Lembrando que Flores fez vários elogios a decisão que condenou Lula no caso do Triplex do Guaruja em 2017. Em entrevista ao jornal o Estado de S. Paulo naquele ano, ele disse que a sentença de Moro que condenou Lula no caso do Triplex do Guarujá foi “irretocável”.

O ex-presidente Lula que já esteve envolvido em polêmicas com Thompson Flores. Antes do julgamento da 8ª Turma sobre o tríplex no ano passado, o petista afirmou que um bisavô do presidente do TRF-4 era general e havia matado Antônio Conselheiro em Canudos.

Assuntos:

Últimas Notícias