Deputado paranaense está entre os “traidores” de Bolsonaro | Jornal Plural
Clube Kotter
15 out 2019 - 21h29

Deputado paranaense está entre os “traidores” de Bolsonaro

Discussão chega ao Whatsapp e Felipe Francischini sai do grupo

O deputado Felipe Francischini (PSL) é um dos oito parlamentares considerados “traidores” por Jair Bolsonaro. Após divulgação da lista por Bibo Nunes (PSL-RS), Francischini, Delegado Waldir, Júnior Bozzella, Joice Hasselmann, Julian Lemos, Nereu Crispim, Nelson Barbudo e o senador Major Olímpio foram acusados de traição também por seus pares em discussão no grupo de Whatsapp dos deputados da sigla.

Segundo publicação na revista Época, Lemos e Francischini responderam à ofensa. “Bibo, traidor é a puta que pariu!”, disse Lemos. Se eu for um traidor, todos são, minha honra será mantida e preservada. Essa matéria é coisa de covarde que trabalha nas sombras, nada como um dia atrás do outro, tenho a paz dos justos comigo.” E continuou: “Se Jair me disser que o traí, terá que dizer em quê, porque até hoje só o servi. Ser chamado de traidor é canalhice. Isso é fruto de mente doentia.”

“Chegamos onde estamos por covardia de alguns. Agem nas sombras e não honram as calças que vestem. Aqui não”, completou Felipe Francischini, antes de sair do grupo.

Últimas Notícias