Com duas tragédias em dois anos, Piên elege novo prefeito | Jornal Plural
Clube Kotter
18 mar 2019 - 20h24

Com duas tragédias em dois anos, Piên elege novo prefeito

João Osmar Mendes – o João Padeiro (PSDB) é o novo prefeito de Piên. Ele será diplomado no dia 2 de abril e tem mandato até o final de 2020.

O município de Piên, na Região Metropolitana de Curitiba, teve eleições fora de época no domingo (17). João Osmar Mendes – o João Padeiro (PSDB) foi eleito o novo prefeito. Ele teve 57,10% dos votos, contra 42,90% de Nelson Ciupka (PSD).

Padeiro será diplomado no dia 2 de abril e terá mandato até o fim de 2020. Ele disputou as duas eleições anteriores e tinha sido derrotado. O TRE-PR convocou um novo processo eleitoral porque o prefeito e o vice eleitos em 2016 morreram nos dois primeiros anos de mandato.

Em dezembro de 2016, Loir Dreveck (MDB) foi eleito para a prefeitura. Ele anunciou algumas mudanças para sua nova gestão e isso teria contrariado interesses do grupo político do ex-prefeito Gilberto Dranka. Viajando com a família, Dreveck foi surpreendido por um motoqueiro na PR-420 e levou um tiro na cabeça. Morreu no hospital, três dias depois. O assassinato aparentemente ocorreu por motivações políticas e Dranka chegou a ser preso em janeiro de 2017.

Na ocasião, o ex-prefeito foi encontrado pela polícia escondido dentro do forro de sua casa. Seu advogado, Claudio Dalledone Junior, conseguiu que o TJ acatasse o pedido de liberdade de seu cliente que já se disse inocente e “vítima de uma trama política”. O advogado de Dreveck, Samir Mattar Assad acredita que existem provas para condenar os quatro réus.

Dranka e o ex-presidente da Câmara do Município, Leonides Mahls foram acusados de serem os autores intelectuais do crime. O empresário Orvandir Pedrini contratou Amilton Padilha, que foi o autor dos disparos.

Vice-prefeito morto

Com a morte de Dreveck, o então vice-prefeito de Piên, Livino Turek (MDB), tomou posse. Ele ocupou o cargo até novembro de 2018, quando foi obrigado a passar por uma cirurgia de emergência para tratar uma úlcera. Turek já batalhava há anos contra um câncer diagnosticado na boca, passou por diversos tratamentos e cirurgias. Acabou falecendo em 20 de novembro.

Últimas Notícias