Bancada da bala quer aposentar PMs expulsos da corporação | Jornal Plural
1 mar 2019 - 0h00

Bancada da bala quer aposentar PMs expulsos da corporação

A ideia é aplicar aos PMs o mesmo tipo de punição dado a juízes pegos em infrações graves: a aposentadoria proporcional

Os deputados estaduais Do Carmo (PSL) e Soldado Adriano José (PV) apresentaram dois requerimentos à mesa diretora da Assembleia Legislativa na última segunda-feira (25) com a mesma finalidade: pedir que militares afastados da corporação por processos disciplinares passem a receber aposentadoria proporcional.

A ideia é aplicar aos PMs o mesmo tipo de punição dado a juízes pegos em infrações graves e que são exonerados da carreira: a aposentadoria proporcional é a pena máxima prevista para a carreira da magistratura.

Leia mais: A geografia da bancada da bala no Paraná

Segundo Do Carmo, o direito adquirido de aposentadoria é cláusula pétrea (não pode ser alterado) e se não for garantido ao servidor, pode configurar em enriquecimento ilícito do estado.

Para Soldado Adriano, não existe qualquer tipo de relação entre a contribuição previdência parcial de uma carreira e o ilícito praticado pelo militar. Os parlamentares pedem que o governo do estado revise a normativa e garanta a aposentadoria proporcional em lei.




Últimas Notícias