21 maio 2022 - 8h55

Lançamento da Alhures Galeria

Alhures é uma galeria online que realizará eventos no formato pop-up, com exposições temporárias em espaços não tradicionais

Neste mês de maio, Curitiba dá as boas-vindas a uma inovadora galeria de arte. O lançamento da Alhures Galeria contará com uma mostra de obras de Antônio Arney e Silvio De Bettio, além de uma feira de gravuras de vários artistas.

A Alhures Galeria faz parte de um movimento global de democratização da arte. Isso significa proporcionar uma experiência mais próxima com as obras em ambientes acolhedores, informais, domésticos. Dentro de casa, na sala de um apartamento real. Isso permite que as pessoas percebam que ter uma obra de arte em casa é muito mais simples e acessível do que se pode imaginar.

Criada pelas amigas Vilma Aguiar e Amélia Siegel Corrêa, a Alhures é uma galeria online que realizará eventos no formato pop-up, com exposições temporárias em espaços não tradicionais. A atmosfera intimista de suas exposições é combinada com pocket classes que permitem aos clientes uma melhor compreensão das obras de arte. Desta forma, as empreendedoras querem aproximar ainda mais o público, que quer melhorar seu conhecimento sobre artes.  “A arte é para todos e é um investimento que se valoriza com o passar do tempo”, enfatiza Vilma.

Amélia Siegel Corrêa é socióloga e historiadora da arte, com pós-doutorado pela UFPR e pela Universidade de Copenhagen, Dinamarca. Pesquisadora, professora, curadora e consultora em artes visuais, é apaixonada pelo que faz. Já a Vilma Aguiar trabalhou anos como executiva no mercado de educação superior, tem mestrado em Filosofia e é doutora em Ciências Sociais. Morou em Paris, em Londres e Buenos Aires. É escritora, podcaster e adora arquitetura, paisagismo e o mundo da arte.

Essa experiência tanto acadêmica quanto de mercado, além da vivência no exterior, permitiu que elas enxergassem a possibilidade de renovar o mercado de arte em Curitiba, trazendo um público que muitas vezes se sente pouco encorajado com a solenidade das galerias tradicionais. Com obras de artistas conceituadas como Estela Sandrini e Jussara Age, além de muitos outros, a feira de gravuras que será realizada durante o lançamento tem obras a partir de R$280, valor suficiente para iniciar uma coleção.

A primeira exposição pop-up da Alhures tem como foco dois artistas, aparentemente muito distintos, mas com algumas semelhanças interessantes. O primeiro tem uma longa e consistente trajetória no meio artístico paranaense, Antonio Arney.  Autodidata, nascido em Piraquara, fez uso de materiais usados e rejeitos para compor a geometria dos seus quadros por meio de colagem, da criação de relevo e da pintura.  Sua obra construtiva permite refletir sobre o reuso, a sustentabilidade e a importância da memória das coisas e do tempo. Esta construção tão evidente em Arney é rompida com muita sutileza nas gravuras de Silvio De Bettio. É na delicadeza das entrelinhas, nestes sutis espaços de liberdade que as mudanças acontecem. Por meio de processos não convencionais de produção de gravura, que inclui também a presença de palavras, Silvio De Bettio nos brinda com uma obra sensível e atemporal.

Dia 21 de maio, das 10 às 17hs.

Para participar, entre em contato pelo site www.alhuresgaleria.com no fale conosco, pelo instagram @alhuresgaleria, pelo email [email protected] ou pelo whatsapp 41 99995 9831.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Assuntos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova