30 charges de Benett para os 100 dias de Bolsonaro | Jornal Plural

30 charges de Benett para os 100 dias de Bolsonaro

Para cartunistas, o governo Bolsonaro, com suas trapalhadas, é material farto

O símbolo do infinito usado na logo dos 100 dias de Bolsonaro na presidência traduziram bem a sensação desses primeiros meses de governo: o de que o bolsonarismo parece uma eternidade.

Muita coisa engraçada – ou trágica, depende de como você enxerga a realidade – aconteceu. O episódio do golden shower, as brigas, as maluquices.

E as figuras. Cada figura! Velez, Damares, o chanceler, o Carluxo. Para um chargista, é uma maravilha. O melhor dos mundos, apesar de estarmos sempre flertando com o abismo.

A pessoa que melhor definiu a trupe que se instalou no poder, quem diria, foi o próprio guru do bolsonarismo: parece uma orquestra de hospício.

Selecionei algumas charges para esses 100 dias de “mito”. Ah, claro, são todas críticas ao governo. É melhor jair se acostumando.

Chargista da Folha de S.Paulo e editor do Plural. Em 2013, lançou o livro Amok - Cabeça, Tronco e Membros.

Post  Ad area Bottom

Últimas Notícias