fbpx
Vizinhança

Vereador evangélico assume a FAS; Greca admite critério político

Escrito por Rogerio Galindo
Compartilhe

Rafael Greca diz que um dos critérios para escolher Thiago Ferro foi seu apoio ao ajuste fiscal da prefeitura

Compartilhe

O vereador Thiago Ferro (PSDB) foi confirmado nesta teça-feira como novo presidente da Fundação de Ação Social (FAS) de Curitiba. Na função, será o principal responsável pela assistência à população mais carente da cidade, incluindo moradores de rua.

Pastor da igreja Sara Nossa Terra, o vereador é filho do bispo Cirino Ferro, um dos mais influentes membros da denominação do bispo Rodovalho – ex-deputado federal envolvido na farra das passagens quando era deputado federal.

Segundo Greca, em anúncio oficial, Ferro foi escolhido por sua participação nas campanhas sociais da prefeitura e também como prêmio político.

O texto no site da prefeitura diz que o prefeito “ressaltou que Ferro foi escolhido ainda por ser um defensor corajoso da recuperação financeira da cidade na Câmara Municipal durante a votação do Plano de Recuperação de Curitiba, que equilibrou as contas do município”.

A vaga de Thiago Ferro na Câmara será ocupada pelo suplente Edson do Parolin (PSDB). Elenice Malzoni, que respondia pela FAS, assumirá a Coordenação das Políticas da Mulher da prefeitura.

Sobre o autor

Rogerio Galindo

Rogerio W. Galindo é jornalista e tradutor. Responsável pelo blog Caixa Zero, é um dos profissionais que criaram o Plural.jor.br

Deixe seu comentário