fbpx
Vizinhança

Delação de Joel Malucelli chega à TV Assembleia

Escrito por Rogerio Galindo
Compartilhe

Empresa do grupo de Joel Malucelli é responsável pela produção dos programas da tevê legislativa desde 2012

Compartilhe

A delação que está sendo feita pelo megaempresário Joel Malucelli à Procuradoria da República vai atingir novamente alguns dos principais políticos do Paraná na era Beto Richa. Segundo quem acompanha o processo, vai respingar principalmente na cúpula da Assembleia Legislativa.

Um dos temas da “delação do fim do mundo”, como vem sendo chamada, é a TV Assembleia, que desde 2012 é operada por uma empresa do grupo de Joel Malucelli, a TV Icaraí.

Não se sabe exatamente quem estaria implicado nas denúncias. No entanto, além do próprio Joel, diretores de seu grupo de comunicação, que inclui a Icaraí, também estariam participando da delação. E teriam entregado provas materiais de problemas na licitação.

Atualmente a Icaraí recebe R$ 398 mil mensais para fazer a programação completa da tevê do Legislativo.

A delação ainda não foi aceita pelo Ministério Público Federal. Joel Malucelli e seus advogados negam a existência do processo, mas o Plural confirmou que a delação existe e está prestes a ser encerrada. O empresário já teria feito todas as entrevistas necessárias e entregado os documentos que lhe foram requisitados.

Malucelli negociou a delação depois de ter sido emitido um mandado de prisão temporária contra ele em setembro de 2018, relacionado às Patrulhas do Campo.

[single-author-box]

Sobre o autor

Rogerio Galindo

Rogerio W. Galindo é jornalista e tradutor. Responsável pelo blog Caixa Zero, é um dos profissionais que criaram o Plural.jor.br

Deixe seu comentário